Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Há no ser humano...

 

 

Há no ser humano

 

Uma grande evidência,

 

Tecida em puro pano

 

De seda: a decadência!

 

Não tem grande ciência,

 

Vem com o tempo e idade,

 

E não há como dar escapadela.

 

É uma cruel verdade,

 

Como que guaches em tela

 

Branca, borrando a perfeição

 

Que é olhar nela,

 

Através do nada, vendo a imensidão!

 

Com as convivências

 

E todas as experiências

 

Que tiramos das vivências,

 

Vamos dando de caras com tristezas

 

E tendo cada vez mais certezas

 

Do quão mau é o ser!

 

Fechamos os olhos pra não ver

 

O mal que estamos a fazer,

 

Acabando também por nos corromper.

 

23.10.2008

 

João Pereirinha

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.