Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Tormenta

A chuva cai lá fora
com brutal intensidade
e eu espero pela hora,
e que cai com vontade,
quando estivermos no abrigo.
Os dois, eu contigo,
envolvidos no aroma
do vinho nos copos.
Antes que a atmosfera
nos devore e coma
juntamente com os corpos
que brilham na fogueira,
queimaremos a tormenta
que faz cair desta maneira
a água sobre a lareira
que se queima e não aguenta.
Espero que chova de igual
forma e intensidade,
com este som fenomenal
e bela sonoridade
para nos embalar o fim de tarde.

 

João M. Pereirinha, 19 de Janeiro de 2013

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.